segunda-feira, 13 de agosto de 2012

All those troubles are gone

Na minha vida de groupie juvenil colecionadora de CDs e pôsteres, eu tinha uma santíssima trindade de rockstars lindos: Shannon Hoon, Nuno Bettencourt e Whitfield Crane. Lógico que a lista era bem maior, mas esses eram os favoritos e estavam por toda parte, além de terem mais espaço na parede. O primeiro eu infelizmente jamais poderei ver. O segundo eu conheci bem de perto há pouco menos de um ano. E, seguindo firme no propósito de ver meus ídolos saírem da tela da MTV diretamente para a vida real, no último fim de semana eu vi o terceiro de pertinho. Da grade. Com direito a toque na mão e tudo.

O mundo gira e a justiça é feita. Há 18 anos, o Ugly Kid Joe vinha ao Brasil tocar no Hollywood Rock, e a censura não me permitia ver. Então meu tio me levou à porta do hotel onde a banda estava hospedada e passamos um dia inteiro debaixo de garoa aguardando um aceno, que fosse. Não tive sucesso. Mas valeu a pena esperar tudo isso. Whitfield continua tão lindo quanto era nos pôsteres, e eu realizei mais um sonho.


Nenhum comentário: