quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Constante

Perguntamos algumas vezes para os leitores do Teorias Lost quais os seus episódios favoritos da série. Aberturas e encerramentos de temporadas sempre figuraram entre os favoritos, mas um episódio de meio de temporada, da temporada do meio, é quase uma unanimidade: The Constant.

Desde que o vi pela primeira vez, sabia que ele seria meu favorito. Lost acabou há mais de um ano, e pra mim ele continua insuperável. Um dos capítulos mais bonitos da história da TV, capaz de emocionar até quem não acompanhou a série.

Qual não foi minha surpresa ao saber que o Anthrax (uma banda de thrash metal - muito boa, por sinal) fez uma canção chamada... THE CONSTANT! E não é mera coincidência, tão pouco devaneio dessa mente apaixonada que encontra referência em tudo. Scott Ian, guitarrista da banda e autor da música, disse numa entrevista, com todas as palavras, que a inspiração veio do seu episódio favorito de Lost:


A canção que mais me chamou a atenção foi “The Constant”. Você pode contar qual foi a inspiração?
Foi uma das primeiras músicas a ficar pronta, pelo menos musicalmente. Ela passou por várias revisões. A ideia inicial veio de um episódio de Lost chamado The Constant. É o meu favorito da série. A mensagem nele é a de que o personagem faria literalmente qualquer coisa para voltar pra mulher que ele ama, inclusive viajar no tempo. Não importa. Mesmo que isso o levasse a perder a vida, ele faria qualquer coisa pra voltar pra sua amada.Esse episódio realmente mexeu comigo. Então eu comecei a escrever a letra. Embora eu não possa viajar no tempo, eu sei como é estar do outro lado do mundo tentando voltar pra casa.

Esse episódio é um dos melhores da série.
Tem algo sobre o Desmond que sempre mexeu comigo. Essa música se chamava originalmente “Burn the Past” [“Queime o Passado”], e eu odiei. O título era meu, mas soava muito ‘colegial’, como uma ideia que eu teria tido para um nome de música em 1986. Num determinado momento, eu decidi que não me importava se as pessoas juntassem dois mais dois e a chamei de “The Constant”, como um tributo ao meu amor por aquela série.


Scott Ian, eu te entendo. Todos nós, fãs de Lost, te entendemos. A música ficou muito legal, e a letra é LINDA. Sensacional homenagem. Parabéns e obrigada.


    Dê o play e bata cabeça cante comigo :)


The Constant
(Anthrax)

In a time or place
And do you know my face
And how it is I know you
Something so familiar
Can't recognize

And I slip, and I slip
As I slip unstuck in time
Gotta find my constant
Or my mind is lost

Stronger than any stretch of imagination
Spanning my world my all
Am I here now in between undivided?
I am whole now, so hear me

Scream as my heart pound
Moving too fast now
I am here, I am here
Lost in the moment
Caught in the current
I am here, I am here

Scream as my heart pound
Burn the past now
I am here, I am here
Now close my eyes, take the past and
Burn it, burn it, burn it
Burn it down

I'm here I'm there
Slipstream I scream
Tell me you hear me
My time is here and my place is now

And I slip, and I slip
As I slip through space I'm tethered
A lifeline to cross time back to you

If I could change one thing I'd
Take back all of the lost time
I spent away from your side
Go back and make it right

2 comentários:

Conta do Abreu disse...

Isso é o que eu chamo de "unir o útil ao agradável". Anthrax é uma das minhas bandas prediletas, e essa referência ao "Lost" só aumenta os pontos no meu caderninho (ô Beto Lee, foi mal rs).

Parabéns pelo post!

Bjs.

Juliana Teixeira disse...

Momento mais do que esperado a partir de agora: ver o Mad Thrashers tocando The Constant.