terça-feira, 19 de agosto de 2008

The frozen doken wheel

Em algum lugar do passado eu criei este blog, com o objetivo de despejar aqui meus devaneios. Obviamente o projeto emperrou no segundo post, afinal, é muito mais fácil vomitar besteiras no ouvido dos coitados que me cercam do que logar, digitar, reler e postar.

Hoje, não sei bem porque, caí nesta página novamente, tal qual Ben despencou do nada no meio da Tunísia, depois de girar a roda de burro congelada. E me lembrei de que é melhor desabafar aqui minha ansiedade pelo aguardo do retorno de Lost, minha indignação política, minhas crises histéricas de êxtases literários e musicais, além da implacável paixão (ou seria decepção?) futebolística.
Vamos ver se dessa vez vai.

2 comentários:

Pedro disse...

O blog pode ser para dizer de tudo e mais alguma coisa ;) É importante é escrever...

Caboré disse...

Você escreve muito bem; suas palavras passam a impressão de que ainda tem muito mais a dizer... gente jovem querendo transformar. Pela cronologia dos textos, pela mensagem deixada no PHA, acredite nessa tua alma. Não percebe que é disso que o Brasil precisa? Quebre as coisas que entulham a mente, acate as vindas do coração; na dúvida escute o vento. Lave a alma de vez em quando, enxugue e siga revigorada. Sorria, escreva e divulgue. Divulgue, divulgue e divulgue...